Saber aumentar a produtividade na construção civil é um dos principais desafios para o setor. O sucesso de um projeto está ligado à velocidade da entrega e a economia em escala dos gastos. Assim, toda a empresa de construção é beneficiada nos mais diversos níveis e áreas.

Para tanto, é preciso conhecer algumas práticas importantes. É possível falar do estabelecimento de metas desafiadoras, na melhoria da comunicação interna, na otimização do controle dos processos e no uso de tecnologias para apontamento eletrônico.

Neste artigo, você entenderá a importância do monitoramento para a construção civil e o que pode ser feito para otimizar os resultados do projeto. Confira!

O que é produtividade?

Essa palavra teve origem durante a revolução industrial. Naquele tempo, seu conceito estava relacionado ao conjunto de operações com a administração dos recursos de tempo, custos e qualidade. Ou seja, entendemos produtividade como uma produção rentável ao negócio.

No entanto, muito tempo passou e, de lá para cá, essa explicação agregou novos valores. Hoje, o capital humano é visto como o principal recurso de qualquer organização. Consequentemente, passamos a analisar qual a relação da mão de obra para a rentabilidade produtiva.

Sob olhar da construção civil, essa área tem como proposta desenvolver técnicas para otimizar o uso de matéria-prima, transporte, ferramentas, comunicação, entre outros elementos. Ao final, o time envolvido terá um ambiente mais favorável a produtividade.

Após a implantação das estratégias, cabe aos gestores garantir a eficiência dos itens por meio de monitoramentos e análises de resultados.

Qual a importância de monitorar os projetos?

Pela péssima imagem gerada dos atrasos, honrar com as datas planejadas para cada etapa é um dos principais desafios a serem cumpridos. Mesmo que seja somente um período previsto, os investidores estimam receber o imóvel conforme o prometido no ato da venda.

Além disso, o não cumprimento do escopo é sinônimo de custos extras, o que é inadmissível em tempos de crise como o que a construção ainda vive. Estoque parado, renovação de contratos, salários-extras, mais matéria-prima são alguns dos exemplos que impactam no planejamento orçamentário quando uma entrega atrasa.

De forma resumida, mesmo com a recuperação, esse mercado demanda cada vez mais estratégias que não somente solucionem problemas como esse, mas também coloquem incorporadoras e construtoras um passo à frente da sua concorrência.

Existem diversas justificativas para o problema, como: erros de planejamento, falhas de comunicação, desmotivação de colaboradores, entre outros. Assim, a nossa responsabilidade é identificar quais são os reais gargalos e eliminá-los.

Como aumentar a produtividade na construção civil?

Quando medimos os processos e postos de trabalho, podemos encontrar resultados que estejam impactando negativamente à produtividade da obra. Confira algumas das maneiras de corrigir os problemas e, consequentemente, otimizar os resultados do projeto.

  1. Melhora a comunicação no canteiro

A falta de interlocução entre as equipes de construção pode gerar diversos problemas capazes de atrasar ou até mesmo paralisar uma obra, como o acidente de operários ou conflitos interpessoais. Por esse motivo, é crucial facilitar a transmissão das mensagens.

Há diversas ferramentas que podem ser usadas para isso, como aplicativos específicos de monitoramento e comunicação. Assim, é possível fazer solicitações de manutenção corretiva, abertura de novas ordens de serviço e medições de obras, por exemplo.

  1. Defina metas inteligentes e desafiadoras

Boas metas funcionam como uma bússola, indicando o caminho a ser seguido por todos os trabalhadores. Elas colaboram para que os profissionais atuem com mais afinco e assiduidade, obedecendo aos prazos, padrões de qualidade e níveis de produtividade.

Toda boa meta deve ser criada com base em cinco principais características, devendo ser específica, mensurável, alcançável, relevante e com tempo bem definido. Depois, basta repassar para os operários e cobrar, de forma contínua, pelos resultados desejados.

  1. Organize os processos de trabalho

Na construção civil, quase tudo é feito por meio de processos previamente estabelecidos. O problema é que a falta de organização faz com que bastante tempo seja perdido em atividades muitas vezes desnecessárias, como idas ao banheiro ou conversas paralelas.

Por isso, é preciso organizar os processos, definindo prazos para a execução de cada etapa e acompanhando os operários em algumas atividades. Se possível, crie um organograma que informe o que deve ser feito e como. Assim, além de ganhar tempo, o número de erros e refugo de materiais diminuirá drasticamente.

  1. Ofereça recompensas às equipes

Uma das melhores ferramentas para instigar o desempenho dos operários são as recompensas. Com isso, todos trabalham mais engajados e com foco na premiação final.

Dentre as principais, é possível citar: bonificação financeira, cesta básica, redução da jornada de trabalho etc. A recompensa ideal varia de acordo com o perfil do profissional.

  1. Invista na gestão da informação

Ter em mãos as informações corretas sobre cada obra é um grande diferencial. Desse modo, é possível subsidiar decisões estratégicas e assertivas, que economizam tempo e energia da empresa, garantindo que as equipes foquem no que é realmente importante.

Para tanto, é crucial contar com um sistema que faça o apontamento eletrônico, facilitando o acesso às informações sobre o número de horas trabalhadas, produção de equipamentos e de mão de obra. No final, é possível ter maior controle, diminuir custos e aumentar a produtividade.

Como o apontamento eletrônico melhora a produtividade?

Em função da cultura de inovação, a automação de processos tornou-se um conceito cada vez mais presente em diversas áreas. O objetivo de implementar ferramentas tecnológicas na construção civil está ligado a três fatores: otimização de tempo, eliminação de custos e, principalmente, estimular a produtividade.

O apontamento eletrônico é um excelente exemplo do que estamos falando. Essa mobilidade permite que gestores analisem o desempenho da equipe — ou de um indivíduo — e desenvolva ações que visam eliminar os gargalos de produtividade, caso sejam identificados.

Como as informações são levadas em tempo real ao responsável, é possível prever cenários insatisfatórios ao planejamento do escopo e solucioná-los rapidamente, sem interferir nas entregas. Além disso, por ser uma ferramenta de transparência, o apontamento facilita o acesso de informações e envolve os stakeholders nas tomadas de decisão.

Conforme vimos, aumentar a produtividade na construção civil não está ligada somente a eficiência operacional, mas sim para competitividade de mercado. Isso significa que o monitoramento das entregas deverá ser ágil, eliminando os riscos de atrasos o quanto antes.

O que você achou do nosso conteúdo? Se ele foi do seu interesse, que tal assinar a nossa newsletter? Temos vários materiais que auxiliará você a otimizar a produtividade dos seus projetos!

Banner economia Simova

Banner Planilha ROI SIMOVA construcaoPowered by Rock Convert